Especialistas dizem que ou nos adaptamos agora a uma Amazônia em transformação, ou pagaremos um preço muito mais alto depois