Primeira página | Sobre | Ajuda | Contato | RSS | Twitter
Primeira página |  Notícias ambientais |  Florestas tropicais |  Peixe tropical |  Imagens |  Para as crianças  |  Madagascar |  Ajuda  |  Sobre  |  Inglês

Florestas Úmidas do mundo

por Rhett Butler, Janeiro 2008

Floresta Úmida na Ilha de Bornéo

Seção 1:
FLORESTAS TROPICAIS DO MUNDO


As florestas tropicais são um mundo como nenhum outro; e sua importância para o ecossistema global e para a existência humana é primordial. Incomparável em termos de sua diversidade biológica, as florestas tropicais são uma reserva natural de diversidade genética que oferece uma rica fonte de plantas medicinais, alimentos de subisistência, e uma miríade de outros produtos florestais úteis. Elas são um habitat importante para animais migratórios e sustentam aproximadamente 50 por cento das espécies na Terra, bem como um grande número de culturas indígenas diversas e únicas. As florestas tropicais tem um papel elementar na regulação global do clima além de manter a regularidade das chuvas, enquanto proteção contra inundações, secas e erosão. Elas armazenam vastas quantidades de carbono ao produzir uma quantidade significativa de oxigênio para o mundo.


Apesar de seu monumental papel, as florestas tropicais estão restritas à pequenas porções de terras entre as latitudes 22.5° Norte e 22.5° Sul do equador, ou em outras palavras entre os Trópicos de Capricórnio e o Trópico de Câncer. Já que a maioria das terras do planeta estão localizadas ao norte dos trópicos, as florestas tropicais estão naturalemnte limitadas a uma área relativamente pequena.


As florestas tropicais, como tantos outros locais naturais, são um escasso recurso no século 21. As áreas vastas das florestas, pântanos, desertos, e savanas que atapetaram a superfície da terra há apenas cinco gerações atrás têm sido reduzidas à fragmentos dispersados; hoje, mais de dois-terços das florestas úmidas tropicais do mundo existem como fragmentos remanescentes. há apenas alguns mil anos atrás, as florestas tropicais cobriam aproximadamente 12 por cento da superfície terrestre, ou aproximadamente 6 milhões de milhas quadradas (15.5 milhões de quilômetros quadrados), mas hoje menos de 5 por cento da superfície terrestre está coberta com essas florestas (aproximadamente 2.41 milhões de milhas quadradas ou 625 milhões de hectares). A maior porção inteira de floresta úmida tropical é encontrada na Bacia do Rio Amazonas, na América do Sul. Mais da metade dessa floresta localiza-se, que representa quase um terço das florestas tropicais remanescentes no mundo. Outros 20 por cento de florestas tropicais remanescentes no munto existem na Indonésia e na Bacia do Congo, enquanto o contrapeso das florestas úmidas do mundo está disperso ao redor do globo em regiões tropicais.


A distribuição global de florestas úmidas tropicais pode ser subdividida em quatro reinos biogeográficos baseados aproximadamente em quatro regiões continentais: a Etiópia ou Afrotropical, a Australiasiana Australiana, a Oriental ou Indomaláia/Asiática, e a Neotropical.


Floresta úmida coberta pelo reino biogeográfico
Reino Porcentagem de cobertura
florestal global
Milhões
milhas quadradas
Milhões
hectares
Etiopiano/Afrotropical 30.0% 0.72 187.5
Australasiana 9.0% 0.22 56.3
Oriental ou Indomaláia 16.0% 0.39 100.0
Neotropical 45.0% 1.08 281.2
Total 2.41 625.0



Mais sobre cobertura florestal

figuras & tabelas | floresta primária | área florestal


Questões de revisão:
  • Aonde estão localizadas as florestas úmidas?
  • Quanta porção terrestre as florestas úmidas cobrem?
  • Que porcentagem da Terra é coberta pelas florestas úmidas?
  • Quantos reinos biogeográficos de florestas úmidas existem?
  • Qual reino biogeográfico tem a maior floresta úmida?
  • Verdadeiro ou falso - menos que 5% da superfície terrestre está coberta com florestas úmidas.

[Inglês | espanhol | francês]


Continuação: Reinos florestais biogeográficos







MONGABAY.COM
Mongabay.com promove a apreciação da natureza e dos animais selvagens, além de examinar o impacto de tendências emergentes no clima, na tecnologia, na economia e nas finanças, na conservação e no desenvolvimento.

Estamos preparando o lançamento do site Mongabay em Português. Quer ajudar? Que bom! Se você fala Inglês entre em contato com o Rhett. Precisamos de mais voluntários para fazer traduções de conteúdo. E se você não fala Inglês, volte sempre e divulgue o site para os seus amigos!





Primeira página
Notícias ambientais
Florestas tropicais
Peixe tropical
Imagens
Para as crianças
Madagascar
Idiomas
Sobre
Ajuda
Contato RSS/XML


Recomendado
Amazonia.org
O Eco
A Última Arca de Noé





Comunidades locais não são o inimigo: conheça a conservação ambiental real realizada nas linhas de frente
(04/22/2015) Salvar um dos primatas mais ameaçados do mundo significa repensar a conservação. Quando Noga Shanee e seus colegas chegaram pela primeira vez ao nordeste do Peru em sua viagem para estudar o macaco-barrigudo-de-cauda-amarela (Oreonax flavicauda), ela ficou chocada com o que viu.


Novas leis podem transformar as florestas do Brasil em minas
(04/15/2015) Com a maior rede de áreas protegidas, e uma queda de 70% na taxa de desflorestação da Amazónia durante a ultima década, o Brasil tem feito um enorme esforço para preservar o que resta da sua natureza. No entanto, esses esforços poderão ser agora colocados em causa, devido a novas leis, que ameaçam transformar as áreas protegidas do país em minas e barragens.


Como nos contos de fada: adentrando a última floresta primária da Europa
(04/11/2015) Quase nada restou das célebres florestas europeias que por milênios ofereceram fornecimentos para comunidades humanas e deram vida aos contos-de-fada mais famosos do planeta. Ocupando a fronteira entre a Polônia e a Bielorrússia, a floresta Bialowieza é a última floresta primária de vegetação rasteira, com partes que nunca foram cortadas pelo homem.


Razões surpreendentes para ser otimista sobre a preservação das florestas
(04/06/2015) Nos anos 90 o mundo observou com atenção que vastas áreas de floresta tropical foram derrubadas para madeira e cultivação de terras, escavadas para minerais e energia e inundadas para projetos hidrelétricos. Grupos de conservação, governos, filantropos e instituições como o Bando Mundial, gastaram coletivamente bilhões de dólares em programas para combater o massacre. Mas, como visto por satélites bem acima da superfície terrestre, esses esforços quase não mudaram as taxas de desmatamento. Uma década e meia no século XXI, o mundo ainda testemunha a mesma destruição a uma taxa ligeiramente reduzida


Peixes de mercúrio: exploração de ouro no Peru coloca em risco as comunidades que vivem a jusante das minas
(04/03/2015) Na sua maioria ilegal, a exploração mineira artesanal de ouro destruiu parte da floresta Amazónica no Peru na última década, devido sobretudo a um aumento do preço do ouro. O facto da indústria não estar regulamentada resultou em extensa desflorestação, e num desastre ambiental. Para além disso, os especialistas levantam agora questões em relação a um potencial impacto na saúde dos habitantes da região, devido à poluição causada pelo mercúrio. Um novo estudo científico publicado na Royal Society of Chemistry revela, pela primeira vez, que a poluição causada pelo mercúrio, tem-se espalhado rapidamente ao longo dos rios, podendo estar a causar danos nas comunidades localizadas até, pelo menos, 560 km (350 milhas) das minas.


Primeira página |  Notícias ambientais |  Florestas tropicais |  Peixe tropical |  Imagens |  Para as crianças  |  Madagascar |  Ajuda  |  Sobre  |  Inglês



Copyright Rhett Butler 2009