Primeira página | Sobre | Ajuda | Contato | RSS | Twitter
Primeira página |  Notícias ambientais |  Florestas tropicais |  Peixe tropical |  Imagens |  Para as crianças  |  Madagascar |  Ajuda  |  Sobre  |  Inglês

Florestas Úmidas do mundo

por Rhett Butler, Janeiro 2008

Floresta Úmida na Ilha de Bornéo

Seção 1:
FLORESTAS TROPICAIS DO MUNDO


As florestas tropicais são um mundo como nenhum outro; e sua importância para o ecossistema global e para a existência humana é primordial. Incomparável em termos de sua diversidade biológica, as florestas tropicais são uma reserva natural de diversidade genética que oferece uma rica fonte de plantas medicinais, alimentos de subisistência, e uma miríade de outros produtos florestais úteis. Elas são um habitat importante para animais migratórios e sustentam aproximadamente 50 por cento das espécies na Terra, bem como um grande número de culturas indígenas diversas e únicas. As florestas tropicais tem um papel elementar na regulação global do clima além de manter a regularidade das chuvas, enquanto proteção contra inundações, secas e erosão. Elas armazenam vastas quantidades de carbono ao produzir uma quantidade significativa de oxigênio para o mundo.


Apesar de seu monumental papel, as florestas tropicais estão restritas à pequenas porções de terras entre as latitudes 22.5° Norte e 22.5° Sul do equador, ou em outras palavras entre os Trópicos de Capricórnio e o Trópico de Câncer. Já que a maioria das terras do planeta estão localizadas ao norte dos trópicos, as florestas tropicais estão naturalemnte limitadas a uma área relativamente pequena.


As florestas tropicais, como tantos outros locais naturais, são um escasso recurso no século 21. As áreas vastas das florestas, pântanos, desertos, e savanas que atapetaram a superfície da terra há apenas cinco gerações atrás têm sido reduzidas à fragmentos dispersados; hoje, mais de dois-terços das florestas úmidas tropicais do mundo existem como fragmentos remanescentes. há apenas alguns mil anos atrás, as florestas tropicais cobriam aproximadamente 12 por cento da superfície terrestre, ou aproximadamente 6 milhões de milhas quadradas (15.5 milhões de quilômetros quadrados), mas hoje menos de 5 por cento da superfície terrestre está coberta com essas florestas (aproximadamente 2.41 milhões de milhas quadradas ou 625 milhões de hectares). A maior porção inteira de floresta úmida tropical é encontrada na Bacia do Rio Amazonas, na América do Sul. Mais da metade dessa floresta localiza-se, que representa quase um terço das florestas tropicais remanescentes no mundo. Outros 20 por cento de florestas tropicais remanescentes no munto existem na Indonésia e na Bacia do Congo, enquanto o contrapeso das florestas úmidas do mundo está disperso ao redor do globo em regiões tropicais.


A distribuição global de florestas úmidas tropicais pode ser subdividida em quatro reinos biogeográficos baseados aproximadamente em quatro regiões continentais: a Etiópia ou Afrotropical, a Australiasiana Australiana, a Oriental ou Indomaláia/Asiática, e a Neotropical.


Floresta úmida coberta pelo reino biogeográfico
Reino Porcentagem de cobertura
florestal global
Milhões
milhas quadradas
Milhões
hectares
Etiopiano/Afrotropical 30.0% 0.72 187.5
Australasiana 9.0% 0.22 56.3
Oriental ou Indomaláia 16.0% 0.39 100.0
Neotropical 45.0% 1.08 281.2
Total 2.41 625.0



Mais sobre cobertura florestal

figuras & tabelas | floresta primária | área florestal


Questões de revisão:
  • Aonde estão localizadas as florestas úmidas?
  • Quanta porção terrestre as florestas úmidas cobrem?
  • Que porcentagem da Terra é coberta pelas florestas úmidas?
  • Quantos reinos biogeográficos de florestas úmidas existem?
  • Qual reino biogeográfico tem a maior floresta úmida?
  • Verdadeiro ou falso - menos que 5% da superfície terrestre está coberta com florestas úmidas.

[Inglês | espanhol | francês]


Continuação: Reinos florestais biogeográficos







MONGABAY.COM
Mongabay.com promove a apreciação da natureza e dos animais selvagens, além de examinar o impacto de tendências emergentes no clima, na tecnologia, na economia e nas finanças, na conservação e no desenvolvimento.

Estamos preparando o lançamento do site Mongabay em Português. Quer ajudar? Que bom! Se você fala Inglês entre em contato com o Rhett. Precisamos de mais voluntários para fazer traduções de conteúdo. E se você não fala Inglês, volte sempre e divulgue o site para os seus amigos!





Primeira página
Notícias ambientais
Florestas tropicais
Peixe tropical
Imagens
Para as crianças
Madagascar
Idiomas
Sobre
Ajuda
Contato RSS/XML


Recomendado
Amazonia.org
O Eco
A Última Arca de Noé





'As armas também matam árvores': caça excessiva aumenta o perigo de extinção das árvores
(03/24/2015) Um novo artigo científico confirma algo que os ecologistas há muito receavam: a caça de aves e mamíferos aumenta drasticamente o risco de extinção das árvores tropicais. Estudando de perto do ciclo de vida de uma árvore da espécie Miliusa horsfieldii, os investigadores descobriram que a caça excessiva de animais aumenta 14x as probabilidades de extinção desta espécie de árvores, ao longo do século, de 0.5% para 7%.


Florestas tropicais: 10 coisas para se observar em 2015
(03/23/2015) 2014 foi um ano de marco de referência para as florestas tropicais, com dezenas de grandes empresas comprometidas a eliminar o desmatamento das cadeias de fornecimentos, teve o lançamento de novas plataformas para monitorar as florestas, e uma queda considerável no desmatamento na Amazônia brasileira, dentre outros grandes desenvolvimentos. Aqui está um rápido olhar adiante no que poderia estar reservado para as florestas tropicais em 2015.


Erradicação dos ratos é necessária para salvar colônia de aves marinhas
(03/18/2015) Além de serem um incômodo na sua casa, em um conjunto de ilhas isoladas (arquipélago) na costa nordeste do Brasil, os ratos são uma ameaça para o rabo-de-palha-de-bico-vermelho (Phaethon aethereus). Os ninhos de aves marinhas no remoto Parque Nacional de Abrolhos são invadidos por duas espécies de ratos que atacam seus ovos e filhotes: o rato-preto (Rattus rattus) e o rato-marrom (Rattus norvegicus).


Metade do desmatamento na Indonésia ocorre fora das áreas de concessão
(03/12/2015) Aproximadamente metade da perda das florestas naturais na Indonésia ocorre fora das áreas de concessão oficialmente designadas, concluiu uma nova avaliação, que também detectou os índices de desmatamento mais altos nos locais onde a governança florestal apresenta os piores resultados. O relatório, divulgado no mês passado pela organização Forest Watch da Indonésia, é baseado na análise de dados do satélite que cobriu a área do arquipélago. Ao contrário das avaliações feitas pelo Ministério Florestal, a informação inclui áreas fora das "propriedades florestais".


Como é que vamos evitar o desaparecimento das florestas mundiais antigas?
(03/11/2015) Não há nada no mundo como uma floresta primária, que nunca foi alvo de desbastação industrial ou abatida pelo homem. Nas características comuns destas florestas incluem-se as árvores antigas, uma quantidade significativa de madeira morta, pouco crescimento ao nível do solo, devido à cobertura das copas das árvores, e uma elevada biodiversidade, que inclui muitas espécies que não se encontram noutros locais. São geralmente descritas como semelhantes a catedrais, devido aos troncos das árvores que se assemelham a pilares e ao tapete vegetal que cobre o solo.


Primeira página |  Notícias ambientais |  Florestas tropicais |  Peixe tropical |  Imagens |  Para as crianças  |  Madagascar |  Ajuda  |  Sobre  |  Inglês



Copyright Rhett Butler 2009